Páscoa: vida plena

Afinal de contas, o que significa celebrar a Páscoa? Alguém pode responder imediatamente: É celebrar a Ressurreição de Jesus Cristo. É comemorar a passagem da morte para a vida. A resposta está corretíssima, porém penso que é preciso mergulhar um pouco mais fundo para descobrir toda riqueza que é para nós a ressurreição de Jesus Cristo. A ressurreição de Jesus Cristo é a palavra final de Deus mostrando que quer a vida plena para todos, derrubando o último obstáculo, a morte, para que essa sua vontade se concretize plenamente. Nosso Deus é o Deus da vida e quer nos libertar…

Ler mais

À procura de um presente

Entrei numa loja e vi um anjo no balcão. Maravilhado disse-lhe:– Santo Anjo do Senhor, o que vendes?Respondeu-me:– Todos os dons de Deus.Voltei a perguntar:–  Custam muito caro?Esclareceu o Anjo:– Não! É tudo de graça.Contemplei a loja e vi jarras de vidros de fé, pacotes de esperança, caixinhas de salvação e sabedoria.Tomei coragem e pedi:– Por favor, quero muito amor de Deus, todo o perdão d’Ele, um vidro de fé, bastante felicidade e salvação eterna para mim e para minha família.Então o Anjo do Senhor preparou-me um pequeno embrulho que cabia na minha mão.Maravilhado perguntei-lhe?– É possível caber tudo aqui?Sorrindo…

Ler mais

Amor e compaixão no caminho da conversão

Estimados irmãos e irmãs em Cristo Jesus! O caminho, que somos convidados a percorrer nos próximos dias, que antecedem a festa da Páscoa, será através de um deserto que floresce quando o atravessarmos, porque irrigado pela misericórdia do Senhor. Jesus veio não para condenar, mas para salvar. A estrada, aberta através da morte do deserto, nos conduzirá a Jerusalém para um encontro com o ressuscitado no dia da Páscoa. Será uma experiência transformadora, de profunda comunhão de vida, onde poderemos sentir o amor e a compaixão do Senhor por nós. Um amor que não discrimina pelos nossos passos mal dados,…

Ler mais

Bem-aventurados

Uma vida bem-aventura, feliz, bendita, abençoada é o desejo de todos seres humano. O desejo é comum, porém os caminhos escolhidos para alcançar a meta são muito variados. A liturgia dominical de 13/02/2022 (Lucas 6,17.20-26) trata do tema. Lucas fala que muitos discípulos e grande multidão foram ao encontro de Jesus. Se estavam indo em busca dele é porque desejavam ouvir algo para orientar a sua vida. Numa atitude de mestre, Jesus “levantou os olhos para seus discípulos” e começou a ensinar as Bem-aventuranças, conhecidas também como “sermão da montanha”. Para compreendê-las, aceitá-las e vivê-las se faz necessária uma atitude…

Ler mais

O Papa às religiosas e consagradas: “Obrigado pelo que fazem”

Nesta edição, que contou com o apoio e a colaboração da União Internacional das Superioras Gerais (UISG), que reúne as superioras gerais das congregações canonicamente aprovadas, Francisco valoriza o papel das mulheres que se dedicam à vida consagrada. A sua mensagem de vídeo, divulgada nesta terça-feira (01/02), é contundente: “O que seria da Igreja sem as religiosas e as leigas consagradas? Não se pode compreender a Igreja sem elas”, diz o Papa. Segundo as estatísticas publicadas pela Agência Fides em 2021, existem mais de 630 mil religiosas no mundo. Encorajo todas as consagradas a discernir e a escolher o que…

Ler mais

Profeta das Nações

(…) No relato do Evangelho de 30/01/2022, Jesus dá continuidade ao diálogo na Sinagoga de Nazaré refletido na liturgia de domingo passado. Tendo apresentado seu programa de vida quando leu o Livro do Profeta Isaías que dizia: “O Espírito de Deus está sobre mim, pois me ungiu e enviou a anunciar a boa nova aos pobres…” (cf. Lc 1,18) Jesus coloca em destaque a Palavra de Deus, mostra o seu cumprimento ao revelar-se ele mesmo, como profeta enviado, não só ao povo judeu, mas a todas as nações. É reconhecendo alguns admiradores, mas muitos o rejeitavam. Por isso, Jesus disse:…

Ler mais

São Sebastião, rogai por nós!

São Sebastião nasceu em Narbonne; os pais eram oriundos de Milão, na Itália, do século terceiro. São Sebastião, desde cedo, foi muito generoso e dado ao serviço. Recebeu a graça do santo batismo e zelou por ele em relação à sua vida e à dos irmãos. Ao entrar para o serviço no Império, como soldado, tinha muita saúde no físico, na mente e, principalmente, na alma. Não demorou muito, tornou-se o primeiro capitão da guarda do Império. Esse grande homem de Deus ficou conhecido por muitos cristãos, pois, sem que as autoridades soubessem – nesse tempo, no Império de Diocleciano,…

Ler mais

“Coragem, levanta-te, Jesus te chama!”

O Evangelista Marcos 10,46-52 neste domingo 24/10 relata o momento decisivo da vida de Bartimeu. Um encontro pessoal e direto com Jesus intermediado por outras pessoas que caminhavam com Ele passando por Jericó. A cegueira de Bartimeu fez dele um homem marginalizado, um mendigo à beira do caminho. Estava isolado duplamente: por não ver, não estar e caminhar com os outros. A estrada é meio de comunicação, lugar de passagem, lugar para aqueles que veem, trabalham e tem pressa para chegar.  O único contato que Bartimeu tem com os outros é na forma de dependência pelas esmolas. É uma relação de benfeitor e beneficiado. Estava condenado a uma passiva resignação.   Porém, um imprevisível encontro começou a mudar a sua…

Ler mais

Mês das Missões

A Igreja peregrina é por sua natureza missionária pois ela se origina da missão do filho e da missão do Espírito Santo, segundo desígnio de Deus Pai (Ad Gentes2). Uma profecia. Isaías tem 4 cânticos sobre o servo sofredor. Quem é este misterioso personagem, cuja missão, somente, no Novo Testamento, fica bem esclarecida? É Jesus Cristo, o verdadeiro servo de Deus: que veio oferecer sua vida, para a salvação da humanidade pecadora. Ele é obediente a Deus, humilde, justo e fiel. Vai ser julgado e condenado à morte, mas haverá de vencer, pois cumprirá fielmente sua missão como Messias prometido. Uma identificação….

Ler mais

Ouvir e praticar a Palavra

“Muito mais felizes são aqueles que ouvem a palavra de Deus e a põem em prática” (Lucas 11,28). Enquanto aquela mulher, em alta voz, exaltava o ventre que trouxe Jesus e os seios que O amamentaram, proclamando essa feliz bem-aventurança, porque, de fato, bendita seja Ela, a Virgem Maria, como a própria Isabel a assaltou: “Feliz és tu que trouxeste para mim a mãe do meu salvador”. Então, Maria é feliz, é bendita, Bem-aventurada, é agraciada porque nos trouxe Jesus, mas ela é muito mais ainda Bem-aventurada e muito mais feliz porque não só trouxe Jesus, mas foi a primeira…

Ler mais